NOTÍCIAS

 

Por meio de uma indicação, a de número 849/2019, apresentada na sessão ordinária de segunda-feira (9/9), o parlamentar Vilmar Ferreira , o Vilmar da Farmácia, sugere que a Prefeitura, por meio da Secretaria competente, providencie e entronize o busto como forma de homenagear o falecido prefeito Mário Pozzobon, que está na história como um dos nomes mais marcantes para o desenvolvimento do município.

O vereador Vilmar sugere que o busto seja instalado em ponto estratégico da avenida Emílio Arroyo Hernandes, que é uma das principais vias de acesso aos bairros da Zona Norte, “para preservação de sua memória às presentes e futuras gerações”.

O vereador explica que a Zona Norte é composta por vários bairros, entre eles o Pozzobon, conta com população aproximada de 36 mil habitantes, sendo que por lá existem indústrias, estabelecimentos comerciais, escolas municipais e estaduais, bem como a Unifev e o IFSP.
“Diante da extrema contribuição desse saudoso Prefeito Municipal para nossa cidade e especialmente para a o setor norte, entendemos ser pertinente que seja confeccionado um busto em sua homenagem. Vale ressaltar que tal homenagem seria de suma importância para a preservação da memória desse Prefeito que contribuiu decisivamente para o progresso e pujança que ora vivenciamos”, justificou Vilmar.

Mário Pozzobon

“Seu Mário”, como era carinhosamente conhecido, faleceu aos 88 anos em 2012. Foi considerado um dos maiores prefeitos da história de Votuporanga, em cujo o mandato várias conquistas foram efetivadas, entre elas, o prédio do Fórum, a sede da Delegacia Seccional de Polícia, o poço profundo da Saev da Vila Muniz.

O senhor Mário Pozzobon veio para Votuporanga nos idos de 1942, e a partir de então, foi um dos grandes responsáveis pelo progresso que nossa cidade experimentou, destacando-se praticamente três dezenas de loteamentos por ele realizados, lembrando ainda que foi o pioneiro dos edifícios, com a construção do Edifício Julieta, iniciando assim, o grande processo vertical de Votuporanga.
Mário Pozzobon foi suplente de vereador na 1ª Legislatura e prefeito de Votuporanga no período de 1º de fevereiro de 1983 a 31 de dezembro de 1988.

Cidadão votuporanguense, título outorgado pela Câmara de Vereadores pelo então edil Alcides Pelicer, Mário Pozzobon foi um estadista, com um elevado grau de sentimento público de que se revestiam as suas ações, de destacável caráter social e progressista, adicionado pelo amor que nutria pela cidade. Recebeu ainda os títulos de Cidadão de Nhandeara e de Parisi.

Mário era um dos mais tradicionais moradores de Votuporanga, empresário do ramo imobiliário, teve uma acentuada trajetória por suas ações sempre arrojadas e decisivas em favor do desenvolvimento do município e região.

Em Votuporanga, sua história está gravada, haja visto ter sido o empreendedor de 28 loteamentos, perfazendo um total de 29 loteamentos, somando mais de sete mil terrenos urbanos. Nasceu na cidade de Tabapuã-SP, filho de Atílio Pozzobon e Fortunata Germano Pozzobon; deixou os filhos Atílio Pozzobon Neto, Silvia Pozzobon e Márcia Pozzobon Figueira da Costa.

Em 2011, a família Pozzobon já havia sofrido uma grande perda, com o falecimento de sua matriarca, a ex-primeira-dama do município, Maria Muro Pozzobon. Grandes obras fizeram parte da administração Pozzobon, como a construção do poço profundo do bairro Vila Muniz, dos prédios do Forum da Comarca e da Delegacia Seccional de Polícia, construção de galerias de águas pluviais, creches, escolas municipais, entre outros. Como secretário municipal de Habitação, na gestão de seu filho, Drº Atílio, “seu” Mário viabilizou vários projetos habitacionais, além de obras e investimentos importantes, como a duplicação e rebaixamento da rodovia Euclides da Cunha, a transformação da Fundação Educacional para Centro Universitário de Votuporanga,